Bastidores: Um dia na vida de uma enfermeira

Os doentes estão bem familiarizados com o que acontece durante uma sessão de hemodiálise num centro da NephroCare – pelo menos da sua própria perspetiva.

Mas o que se passa nos bastidores, antes de os primeiros doentes chegarem de manhã e depois de os últimos doentes saírem? Agnes Szekeres, enfermeira-chefe no centro NephroCare em Cegléd, na Hungria, deu-nos o seu testemunho exclusivo sobre a rotina diária dos enfermeiros do centro.

05:00 – Início

Muito antes de os doentes chegarem, começa a rotina diária da equipa da nossa clínica. Ao romper da madrugada, às cinco da manhã, começam a chegar os primeiros membros da equipa. Para a maioria, um café ajuda a começar o dia com o pé direito. É também uma oportunidade de falar brevemente sobre os eventos do dia anterior e consultar a agenda do dia.

Das 05:00 às 05:50 – Tempo de preparação

O turno da manhã começa às 06:00. A nossa equipa tem um curto período de tempo para preparar tudo corretamente para que o dia decorra normalmente quando os doentes chegam. Lista de tarefas diária:

  • Ligar a água e o sistema de distribuição central (Central Delivery System, CDS)
  • Verificar a qualidade e dureza da água, efetuar um teste ao cloro e fazer a leitura do contador de água.
  • Ligar e verificar os sistemas de diálise, verificar com uma tira reagente se existem vestígios de desinfetante
  • Configurar e calibrar as linhas de sangue e os dialisadores. Preparar todos os materiais de tratamento. Preparar heparina personalizada para cada doente.
  • Preparar individualmente os materiais de ligação para os doentes com um cateter venoso central ou uma fístula arteriovenosa
  •  Preparar soluções desinfetantes para as superfícies e para os instrumentos usados

05:40 – 05:50 – Chegada dos médicos e doentes

A partir deste momento, todo o nosso trabalho é visto pelos doentes. Iniciamos cada uma das sessões de diálise com a medição do peso do doente e lavagem do braço onde está localizada a fístula do doente com água e sabão. Em seguida, acompanhamos cada um dos doentes ao posto de diálise que lhe está reservado.

Das 06:00 às 10:30 – Diálise

O nosso tratamento padrão tem uma duração de 250 a 270 minutos de hemodiafiltração (HDF) online pós-diluição. Durante este período, a nossa tarefa mais importante é a monitorização dos doentes e a prestação do melhor tratamento possível, minimizando a ocorrência de problemas.

Os nossos enfermeiros empenham-se ao máximo nos cuidados a cada doente, dando-lhes atenção e tempo de acordo com os respetivos requisitos individuais. Sempre que possível, os enfermeiros preparam os utensílios e materiais para o final das sessões de tratamento e preparam-se para receber o grupo de doentes seguinte.

Dia atarefado

Quando não estão a cuidar dos doentes, os membros da nossa equipa têm várias outras tarefas diárias a cumprir, tais como:

  • Registar dados na base de dados EuCliD
  • Agendar exames médicos para os nossos doentes e para os doentes que aguardam ser adicionados à lista de espera para transplante
  •  Planear testes laboratoriais, tirar amostras de sangue e preparar tubos de ensaio; introduzir resultados de testes no EuCliD
  • Preencher documentos de controlo de qualidade diário e relacionados com a proteção ambiental
  • Efetuar consultas de nutrição, conversar com os doentes e, se necessário, fornecer apoio psicológico
  • Organizar os tratamentos para os doentes na unidade de cuidados intensivos
  • Armazenar e distribuir eritropoietina e monitorizar a sua administração

11:30 – Fim da sessão da manhã

A manhã passa muito depressa. Quando nos despedimos dos primeiros grupos de doentes, o processo de desinfeção dos sistemas de diálise já está em progresso. Em seguida, iniciamos a desinfeção das superfícies. Tarefas seguintes: gestão, transporte e armazenamento de resíduos perigosos. Por fim, a sala de tratamento é intervencionada pela equipa de limpeza.

11:30 -12:15 – Pausa para almoço e programação de atividades

Antes do início do processo com o turno seguinte, os nossos enfermeiros fazem uma breve pausa para desfrutar de um agradável e merecido café. Este período é também utilizado para o agendamento dos tratamentos e organização do transporte semanal dos doentes. Contudo, este planeamento pode sofrer alterações diárias. Uma vez que muitos dos doentes de diálise ainda trabalham, é frequente ajustarmos o horário de diálise ao seu horário de trabalho. É um processo desafiante, mas acabamos por encontrar sempre uma solução. Quando surgem pedidos para diálise em férias, processamo-los e mantemos contacto regular com outros centros de diálise.

Assegurar a mais elevada qualidade

Ao participar regularmente em sessões de formação e cursos de e-learning, executamos as tarefas com o mais alto nível de competência e cumprimos as normas de enfermagem mais recentes. A qualidade dos cuidados que prestamos aos nossos doentes é monitorizada regularmente através de auditorias, inspeções efetuadas pelo enfermeiro-chefe da Fresenius Medical Care no país e pelas agências regulatórias relevantes. O nosso objetivo é que os nossos doentes estejam sempre satisfeitos.

Parte de uma grande equipa

Da perspetiva do doente pode parecer que a equipa que trabalha na unidade é exclusivamente responsável pela realização do tratamento de diálise. Contudo, isso está longe de ser verdade. Sem o nosso administrador, responsável pela manutenção técnica, técnicos e departamento de IT, o nosso centro não poderia abrir portas. Os utensílios, materiais e os concentrados para o tratamento têm de ser encomendados e devidamente acondicionados. As máquinas e o edifício têm de ser alvo de manutenção e, se necessário, intervencionados. E o nosso sistema de IT permite-nos introduzir dados de forma rápida e precisa.

O nosso trabalho continua até às 22:00 e, no final de cada dia, começamos a preparar-nos para o dia seguinte. Durante todo este processo, o trabalho da equipa mantém-nos unidos – permitindo-nos prestar aos nossos doentes cuidados de elevada qualidade.