A NephroCare utiliza cookies no site para melhorar a experiência do utilizador e fornecer o melhor serviço possível. Ao continuar a navegar no site, irá concordar com a sua utilização. Para mais detalhes, consulte a nossa política de privacidade.

Terapêuticas HD

Terapêuticas chave

Na NephroCare, o nosso objetivo é oferecer a todos os nossos doentes a melhor terapèutica possível de acordo com as suas necessidades individuais e condição física. Como tal, oferecemos diferentes formas de hemodiálise:

Hemodiálise de alto Fluxo

O elemento essencial da Hemodiálise de alto Fluxo é o uso de dialisadores com poros maiores para a remoção das toxinas e fluidos urémicos. Na diálise convencional, eletrólitos e produtos residuais são removidos do sangue do doente através da difusão - o movimento de solutos a partir de uma solução de concentração mais elevada (sangue) para uma concentração inferior (o dialisado) através de uma membrana semipermeável. O azoto ureico no sangue (AUS) é medido e acompanhado como um reflexo de todas as toxinas que o rim normalmente remove. Com a Hemodiálise de alto Fluxo, o AUS é removido claramente mais depressa. As moléculas de maior dimensão são demasiado grandes para serem removidas através da diálise convencional, mas são removidas com os aparelhos para a hemodiálise de alto Fluxo.

Alto Volume HDF®

A terapia de Alto Volume HDF®,, com os seus inúmeros efeitos positivos nos fatores de risco cardiovascular associados à diálise, é reconhecida como a modalidade de tratamento de diálise mais eficaz1, aproximando-se do perfil de eliminação natural do rim.

Ao alcançar volumes de substituição consideráveis, a terapia Alto VolumeHDF® apresenta uma eliminação mais eficaz das moléculas médias. A terapia Alto Volume  HDF® melhora os resultados nos doentes e é benéfica para os principais fatores de risco cardiovascular:

  • Soro ß2-microglobulina e nível de fósforo l2,3,4
  • Resposta inflamatória 5
  • Estabilidade hemodinâmica intradialítica6
  • Controlo da anemia 7

Estes fatores contribuem para uma melhor qualidade de vida e para uma melhoria da sobrevivência do doente.8

Terapêuticas de otimização para melhores resultados

Alcançar resultados ideias significa responder aos fatores de risco cardiovascular em doentes de diálise.

O uso de terapêuticas avançadas como, por exemplo, a diálise de Alto Fluxo ou a terapia de Alto Volume HDF®, em conjunto com a gestão dos fluidos, melhora os resultados, o que leva a:

  • menor risco de mortalidade;
  • menos complicações cardiovasculares;
  • utilização otimizada dos recursos;

Menos complicações cardiovasculares - Redução da inflamação

A inflamação é um importante fator de risco cardiovascular nos doentes em diálise. Os níveis séricos dos marcadores inflamatórios, como citocinas e proteína C-reativa (PCR) são mais elevados nestes doentes do que na população em geral. A PCR tem sido identificada como um preditor de mortalidade de todas as causas cardiovasculares dos doentes em hemodiálise.

Os doentes tratados com HDF apresentam níveis significativamente mais baixos de PCR do que os doentes com baixo-Fluxo HD.