Uma nova vida

Uma nova vida

Procure superar estas mudanças de forma positiva. Não viva exclusivamente para o tratamento!

Aproveite ao máximo o prazer da vida em família e a companhia dos amigos, para se divertir e também para partilhar os seus medos e preocupações. Verá que conversando com outras pessoas tudo ficará mais fácil.

Para que o tratamento seja possível e bem sucedido, é necessário que haja uma colaboração e acompanhamento da equipa de cuidados de saúde que acompanha o doente renal e principalmente a família. A participação da família consiste em ajudar no cumprimento da prescrição médica, tanto em relação aos medicamentos, como em relação à dieta que o doente deve fazer em casa. A insuficiência renal crónica, por necessitar de tratamento que envolve contínuas deslocações à clínica de hemodiálise, convivência com máquinas, restrições alimentares e de líquidos, altera muito a rotina de toda a família.

Com o devido acompanhamento, tudo será mais simples e poderá retomar a sua vida com normalidade.

Família e amigos próximos – um fator vital

Utente da NephroCare

A entrada em diálise vem alterar a rotina de toda a família, o que pode originar dificuldades nas suas relações familiares. Devido à insuficiência renal pode estar mais irritável, cansado e mesmo aborrecido. Estas mudanças são complicadas e nem sempre de fácil ajuste. Procure superar estas mudanças de forma positiva. Não viva exclusivamente para o tratamento. Aproveite ao máximo o prazer da vida em família e a companhia dos amigos, para se divertir e também para partilhar os seus medos e preocupações. Verá que conversando com outras pessoas a vida ficará mais fácil.

Encontrar algo que goste

Utente a pintar

Participar em atividades de grupo é outra chave para a saúde física e mental. Se gostar de fazer voluntariado, de cantar, ginástica, pintar entre outras atividades, o seu envolvimento pode ajudá-lo a sentir-se bem e a conhecer pessoas novas.

Perguntar a quem sabe

Doente e médica

Lidar com as emoções, ficar informado e, por último mas não menos importante, gerir a sua alimentação - é uma boa ideia incluir especialistas da área para o aconselhar. As associações, psicólogos e assistentes sociais têm experiência em ajudar as pessoas a lidar com os novos desafios que a doença renal crónica acarreta. Os nutricionistas podem ajudar a descobrir novas técnicas, ingredientes e receitas que são deliciosas e saudáveis.

Pode ler algumas dicas e sugestões aqui:

Bons hábitos alimentares

Livro de Receitas

Associações de doentes

Existem muitas organizações concebidas para ajudar a lidar com os desafios com esta nova vida. Pergunte ao seu médico, psicólogo ou assistente social sobre as associações disponíveis. Existem igualmente livros e sites na internet que o poderão ajudar.

Ter que gerir a doença renal pode ser um desafio, mas não tem necessariamente de o fazer sozinho. Os familiares e amigos poderão ajudá-lo nesta mudança. As unidades de diálise e as associações também têm recursos disponíveis para o ajudar nesta nova fase da sua vida.

O primeiro passo é muitas vezes o mais difícil: pedir apoio. Mas tal como a maioria das coisas, torna-se mais fácil na prática!