A NephroCare utiliza cookies no site para melhorar a experiência do utilizador e fornecer o melhor serviço possível. Ao continuar a navegar no site, irá concordar com a sua utilização. Para mais detalhes, consulte a nossa política de privacidade.

Casamento em viagem

Casamento e lua de mel em viagem no Vale da Morte

“Demorou muito tempo até encontrar a forma mais fácil de dizer formalmente o 'sim' um ao outro, sem ter que convidar dezenas de familiares e parentes quem nem sequer conhecíamos. Sem muita preparação no tipo de cuidados, voámos para Las Vegas – como se fosse uma das nossas viagens planeadas para o futuro.”

Neste testemunho, a doente de diálise Lenka Patera (do Centro de Diálise Motol da Fresenius Medical Care, em Praga), fala sobre o seu dia do casamento – em Las Vegas.

Por causa da diferença nos fusos horários, dormimos bastante até à madrugada seguinte, e, poderíamos então tratar de obter a licença de casamento. O escritório da Divisão de Serviços de Casamentos situado na Avenida Clark está permanentemente aberto e, por isso, foi fácil comprar a licença por 60 USD às 05:00 da manhã.

Dia do casamento

Depois de preencher o formulário, obtivémos a licença de casamento e dirigimo-nos até uma capela escolhida. Já tínhamos pesquisado isto em casa, e encontrámos a Capela Little White Wedding. Aqui pode-se escolher entre uma infinidade de pacotes de casamento. Talvez valha a pena mencionar que se pode escolher entre uma cerimónia realizada na capela, num balão de ar quente, debaixo de água ou no deserto. A capela também oferece muitas formas simples de dizer "sim".

Para as pessoas com menos expectativas ou jovens que desejam economizar em custos, uma forma é o chamado túnel do amor. Esta, a mais simples das cerimónias, foi o que achei mais adequada para nós, tanto em matéria de tempo tanto a nível financeiro. Indo de carro, dirige-se até uma pequena janela e se estiver com pressa, nem precisa de sair do carro. No entanto, conseguimos passar algum tempo aqui, pelo menos para tirar algumas fotos e também tivemos que esperar pelo padre designado para a cerimónia.

Enquanto esperávamos, conversámos com a nossa testemunha da cerimónia. Ele era um empregado da capela. O padre juntou-se a nós, e após um tempo de espera, a cerimónia de casamento podia começar. O sermão sobre o casamento do padre Joachim levou apenas cinco minutos, depois trocámos os anéis e beijámo-nos pela primeira vez como recém-casados.

As fotos mais importantes tiradas com o padre na rua demoraram cerca de 10 minutos e em apenas meia hora, estávamos no nosso carro alugado, afastando-nos e compartilhando o mesmo sobrenome de família. Sentimo-nos felizes e desfrutámos de um pequeno-almoço normal num restaurante de fast-food, literalmente a poucos passos de distância da capela em Las Vegas Boulevard.

Lua de Mel

Não deixando ainda terminar as ideias malucas, depois do almoço fizemos o nosso caminho em direção ao Parque Nacional do Vale da Morte de forma a iniciarmos a nossa lua-de-mel. Num raio de cerca de 100 km através do parque, parámos em vários lugares bonitos, como por exemplo a Bad Water (que fica a 85 metros abaixo do nível do mar, sendo o lugar de menor altitude e mais seco da América do Norte).

Conduzimos por todo o parque e, pelo outro lado na direção de Pahrump através da mesma cadeia montanhosa. Depois de jantar regressámos ao nosso hotel em Las Vegas muito tarde naquela noite.

No dia seguinte, fiz diálise. Foi exatamente como em Motol. Os doentes são ligados a máquinas semelhantes às existentes na República Checa. Apesar disso, o excesso de água é removido da mesma forma.

Cada doente tem o seu próprio aparelho de televisão e um assento reclinável muito confortável e na sala há cerca de 25 doentes. Os doentes têm de trazer os seus próprios lanches e bebidas, e também gostaria de sugerir que levem um cobertor porque o ar condicionado no sala funciona a uma temperatura muito baixa e, após uma hora, começa-se a sentir frio.

Os funcionários foram todos muito agradáveis. A minha impressão geral sobre a terapia é excelente. Após a diálise, fizemos o nosso caminho para o centro de Las Vegas.

Uma jornada longa

No dia seguinte, foi uma longa viagem para o Grand Canyon. Como tínhamos 800 km em frente, decidimos fazer-nos à estrada muito cedo e brevemente experimentámos o nascer do sol na famosa Hoover Dam do Colorado.

Depois de passarmos pela Montanha de São Francisco e de um grande e inesperado desvio de tráfego, chegámos finalmente à entrada sul do Grand Canyon National Park. Infelizmente, não se pode capturar o tamanho do Canyon na máquina fotográfica, e são indescritíveis os sentimentos que se tem das vistas sobre o Rio Colorado a partir dos pontos de visualização Yavapai, Grand e Desert.

Continuámos a conduzir na direção do Rio Little Colorado e através da reserva indígena de Navajo rumo à cidade Cameron.

Da autoestrada tirámos uma foto ao famoso letreiro de Hollywood e reservámos um quarto com vista parcial para Pacífico.

Antes de anoitecer, caminhámos ao longo da praia, e mais tarde naquela noite andámos no passeio marítimo da cidade, onde todas as principais lojas de marca se situam. No dia seguinte, fomos para o aeroporto e voámos de volta para a República Checa.